Transtorno do comer compulsivo - tratamento
O que é

Carolline Mikosz

Epidemiologia:

O transtorno do comer compulsivo é encontrado em cerca de 2% da população em geral, mais freqüentemente acometendo mulheres entre 20 e 30 anos de idade. Pesquisas demonstram que 30% das pessoas que procuram tratamento para obesidade ou para perda de peso são portadoras de transtorno do comer compulsivo.

Sintomas:

  • Episódios de ingestão exagerada de alimentos
  • Comer mesmo sem ter fome
  • Dietas freqüentes
  • Flutuação do peso
  • Humor deprimido
  • Comer em segredo por sentimento de vergonha e culpa
  • Obesidade

Causas:

As causas desse transtorno são desconhecidas. Em torno de 50% das pessoas têm uma história de depressão. Muitas pessoas relatam que a raiva, a tristeza, o tédio, a ansiedade e outros sentimentos negativos podem desencadear os episódios de comilança. São pessoas que têm um histórico de dietas sem sucesso.

Tratamento

Exige uma abordagem multidisciplinar que inclui psiquiatra, nutricionista e psicólogo. O objetivo do tratamento é o controle dos episódios de comer compulsivo através de técnicas cognitivo-comportamentais e de um acompanhamento nutricional para restabelecer um hábito alimentar mais saudável. O acompanhamento clínico faz-se necessário pelos riscos clínicos da obesidade. As medicações antidepressivas têm se mostrado eficazes para diminuir os episódios de compulsão alimentar e os sintomas depressivos.

Para agendar uma consulta ou solicitar mais informações, ligue (41) 9172-9982
Ou clique no botão abaixo e envie-nos uma mensagem.